ARRANQUE DA ÉPOCA BALNEAR 2020

   Com o arranque da época balnear é necessário adotar comportamentos de segurança não apenas no que toca ao mar e à exposição solar, mas também às regras de distanciamento social e de higiene em zonas balneares.

    Apesar de não haver evidências científicas que permitam concluir que o novo coronavírus COVID-19 sobrevive na água do mar, na areia ou em superfícies rochosas, existe, no entanto, risco de contaminação, tal como em qualquer outro espaço público.
Usufrua do nosso mar… com responsabilidade.

 

 

   CULTURA POPULAR

   Numa iniciativa que agregou 504 candidaturas, foram as nossas Festas em Honra do Divino Espírito Santo escolhidas para integrar os 140 finalistas regionais às 7 Maravilhas da Cultura Popular, em específico na categoria de Rituais e Costumes.

   Com esta candidatura, intenta o município de Calheta promover as Festas do Espírito Santo enquanto festas de comunidade, de artefatos, de culinária, de convivência, de partilha e de identidade.




   COOPERAÇÃO

   Considerado o impacto económico associado à circunstância de saúde pública que vivemos, assim como a importância de elevar o conceito de justiça social e de atender ao que é colectivo e ao tecido empresarial, a Câmara Municipal de Calheta deliberou, por unanimidade, a isenção total do pagamento da quota de serviço e da isenção de 50% da cobrança das faturas de água e de recolha de resíduos sólidos urbanos para as entidades locais e para as pessoas com carência comprovada pela Segurança Social.

   Para decisão, a possibilidade de formalizar outras ajudas, a ajustar com os Presidentes dos órgãos executivos das Freguesias e os Serviços de Ação Social de Calheta.


 

A Câmara Municipal da Calheta, alerta, para o facto de ser necessário consultar os serviços de Urbanismo desta Edilidade, em funcionamento no edifício sede do Concelho, para obter informação sobre qualquer operação urbanística (obra) a executar, para verificar o cumprimento da legislação em vigor e normas que se possam aplicar à sua pretensão.

É obrigatória a devida autorização ou conhecimento da Autarquia para realização de possíveis trabalhos a executar pelos cidadãos.
Este alerta é do seu absoluto interesse, presente e futuro, para que não incorra em nenhum procedimento alvo de sanção.


UA-171282253-1